Suporte de ferramentas de gestão para ONGs: onde buscar?

Por on 20/10/2023

Eu estava revendo e preparando o material para o curso que darei em breve no Instituto Selo Social sobre “Teoria da Mudança e Avaliação de Resultados”. Foi quando me dei conta que, para uma organização que busque impacto social, tão importante quanto desenvolver os conceitos e o raciocínio lógico do planejamento e avaliação de suas iniciativas sociais é a organização ter os meios adequados para viabilizar e operacionalizar os conceitos e estratégias. Isto é, como a organização deve buscar suporte especializado e/ou se equipar para conseguir gerenciar de modo efetivo e ágil as informações relevantes necessárias à sua própria gestão e a de seus projetos.

Pois agora a racionalidade da gestão por resultados e impactos, e não mais guiada por intuição e boas intenções, faz com que o tratamento sistematizado dos dados deixe de ser uma função “nice to have” (bom ter) nas organizações sociais e se transforme em “need to have” (indispensável ter).

Nesse curso que darei para as organizações (privadas, públicas ou do terceiro setor) que buscam ter impacto social no território em que atuam, o foco será nos conceitos básicos, especificidades e metodologia do planejamento e avaliação social, tendo por base o Manual que elaborei a partir de algumas experiências que tive no campo social. Porém, no caso particular das organizações do terceiro setor, em geral pequenas e com pouco recursos, me preocupa como elas vão conseguir acessar as ferramentas necessárias para começarem a operacionalizar a teoria aprendida. Ainda mais que muitas dessas organizações sequer têm acesso à internet e, quando têm, não sabem fazer o devido uso da internet em benefício da organização.

É para esse segundo grupo de OSCs  que preparei algumas dicas que poderão apoiá-las na busca de ferramentas para gerenciar a própria organização e os seus projetos sociais. Hoje em dia, com o rápido avanço da tecnologia da informação, têm surgido softwares e aplicativos (alguns deles até gratuitos) que podem ser escolhidos e adotados  em função das necessidades e das competências disponíveis na organização.

Antes de passar as dicas, cabe um alerta fundamental: primeiro, a ONG precisa ter muita clareza  sobre O QUE MEDIR, COMO MEDIR e PARA QUE MEDIR. Só depois, a organização deve ir em busca da ferramenta ou software adequado. Pois de muito pouco adianta sofisticação na forma de medir, se não houver clareza do conteúdo a ser medido.

Como não sou nenhuma especialista em softwares e, a partir de provocação de podcast recente do Instituto Mol sobre ‘ChatGPT e a inteligência artificial no terceiro setor`, resolvi, então, testar a função do ChatGPT na produção de conteúdo para o terceiro setor. Vejam as 4 perguntas que fiz ao ChatGPT e as respostas obtidas (as 2 primeiras de cunho da gestão geral da organização e as 2 últimas mais específicas do campo da avaliação social).

PERGUNTA 1 – Transformação digital: Como a Techsoup Brasil pode apoiar as ONGs brasileiras?

ChatGPT – A TechSoup é uma organização sem fins lucrativos que opera em vários países, incluindo o Brasil, e tem o objetivo de apoiar organizações sem fins lucrativos, ONGs e instituições de caridade, fornecendo recursos tecnológicos a preços acessíveis ou até mesmo gratuitamente. Abaixo estão algumas das maneiras pelas quais a TechSoup Brasil pode apoiar as ONGs brasileiras:

  1. Doação de Software: A TechSoup Brasil pode facilitar a doação ou aquisição de software a preços reduzidos para organizações sem fins lucrativos. Isso inclui produtos da Microsoft, Adobe, Autodesk e outros.
  2. Treinamento e Capacitação: A TechSoup oferece recursos de treinamento e capacitação para ajudar as organizações a aproveitarem ao máximo as ferramentas e software que adquirem. Isso pode incluir webinars, tutoriais e outros materiais educacionais.
  3. Acesso a Hardware e Equipamentos: Em alguns casos, a TechSoup Brasil também pode ajudar a conectar organizações a doações ou descontos em hardware, como computadores, impressoras e outros equipamentos.
  4. Suporte Técnico e Consultoria: A TechSoup pode oferecer suporte técnico ou acesso a consultores de tecnologia para ajudar as organizações a resolver problemas específicos de TI ou implementar soluções tecnológicas.
  5. Aconselhamento em TI: A TechSoup pode auxiliar as ONGs a entender suas necessidades de TI e recomendar soluções adequadas. Isso pode incluir avaliações de tecnologia e planejamento estratégico.
  6. Compartilhamento de Recursos e Boas Práticas: A TechSoup fornece uma plataforma para que as organizações compartilhem recursos, boas práticas e histórias de sucesso, ajudando umas às outras a melhorar suas operações.
  7. Parcerias e Networking: A TechSoup pode facilitar parcerias e networking entre organizações sem fins lucrativos, possibilitando a colaboração em projetos comuns e compartilhamento de recursos.

Para aproveitar esses benefícios, as organizações interessadas geralmente precisam se registrar na plataforma da TechSoup e atender aos critérios de qualificação específicos da organização doadora, como Microsoft, Adobe, etc. É importante verificar os requisitos e oportunidades disponíveis diretamente no site da TechSoup Brasil, pois os programas e ofertas podem variar ao longo do tempo.

Lembre-se de que a TechSoup Brasil pode ser uma valiosa fonte de suporte tecnológico para organizações sem fins lucrativos, ajudando-as a economizar recursos e aprimorar suas operações por meio da tecnologia.

 PERGUNTA 2 – Como a plataforma Atados pode ajudar a ong a conseguir um suporte de trabalho voluntário especializado? Poderia exemplificar?

ChatGPT – A plataforma Atados é uma ferramenta online que conecta organizações sem fins lucrativos a voluntários interessados em oferecer suas habilidades e tempo para causas que lhes interessam. Ela pode ajudar as ONGs a conseguir suporte de trabalho voluntário especializado de várias maneiras, e aqui estão alguns exemplos:

  1. Match com Voluntários Especializados: A plataforma Atados permite que as ONGs publiquem oportunidades de voluntariado com descrições detalhadas de projetos e tarefas específicas. Voluntários com habilidades especializadas podem procurar oportunidades que correspondam às suas competências. Por exemplo, uma ONG que precisa de ajuda na criação de um site pode publicar a vaga, e um voluntário com experiência em web design pode se candidatar.
  2. Recrutamento de Profissionais Especializados: Muitos voluntários na plataforma Atados são profissionais com experiência em áreas como marketing, design gráfico, contabilidade, advocacia, TI e muito mais. As ONGs podem usar a plataforma para recrutar voluntários que podem fornecer serviços especializados, como criar campanhas de marketing, redesenhar o site da organização, prestar consultoria jurídica ou configurar sistemas de TI.
  3. Construção de Parcerias de Longo Prazo: A plataforma Atados permite que as ONGs estabeleçam relacionamentos de longo prazo com voluntários especializados. Por exemplo, um contador voluntário pode ajudar com a preparação de declarações fiscais da ONG a cada ano. Essas parcerias de longo prazo podem ser inestimáveis para as organizações.
  4. Desenvolvimento de Projetos Estratégicos: ONGs podem usar voluntários especializados para conduzir projetos estratégicos que exigem conhecimentos específicos. Por exemplo, um voluntário com experiência em pesquisa de mercado pode ajudar a ONG a conduzir uma pesquisa para entender melhor seu público-alvo e desenvolver estratégias de engajamento mais eficazes.
  5. Redução de Custos: O uso de voluntários especializados pode permitir que as ONGs acessem serviços de alta qualidade sem custos significativos. Isso é particularmente benéfico para organizações com orçamentos limitados.
  6. Aprendizado e Troca de Conhecimento: Além do suporte prático, o envolvimento de voluntários especializados pode proporcionar oportunidades de aprendizado para as equipes das ONGs, permitindo que adquiram novas habilidades e conhecimentos.

Através da plataforma Atados, as organizações podem encontrar voluntários que compartilham suas paixões e valores e que estão dispostos a contribuir com suas habilidades para causas que consideram importantes. Isso pode ser um recurso valioso para as ONGs que desejam expandir suas capacidades e impacto, mesmo com recursos limitados.

PERGUNTA 3 – Quais os softwares disponíveis para realizar Pesquisa quantitativa (Avaliação) online e depois fazer a consolidação dos dados?

ChatGPT – Existem várias opções de software disponíveis para conduzir pesquisas online e consolidar os dados coletados. Aqui estão algumas das opções mais populares:

  1. SurveyMonkey: SurveyMonkey é uma plataforma de pesquisa online que permite criar, distribuir e analisar pesquisas. Ele oferece uma variedade de tipos de perguntas e ferramentas de análise.
  2. Google Forms: Google Forms é uma ferramenta gratuita que permite criar pesquisas e formulários online. Os dados coletados são automaticamente integrados ao Google Sheets para análise.
  3. Typeform: Typeform é conhecido por seus formulários interativos e visualmente atraentes. Ele é fácil de usar e oferece recursos avançados para pesquisas, bem como integrações com outras ferramentas.
  4. Qualtrics: Qualtrics é uma plataforma de pesquisa online amplamente usada em ambientes corporativos e acadêmicos. Ela oferece recursos avançados de pesquisa e análise.
  5. SurveyGizmo: SurveyGizmo é uma ferramenta de pesquisa online que oferece recursos avançados, como lógica de ramificação e personalização de design.
  6. Formstack: Formstack é uma plataforma que permite criar formulários, pesquisas e fluxos de trabalho personalizados. Ele oferece integrações com várias ferramentas populares.
  7. LimeSurvey: LimeSurvey é uma solução de código aberto que permite criar pesquisas personalizadas e coletar dados. É uma opção mais flexível para usuários que desejam maior controle sobre a pesquisa.
  8. Survey Anyplace: Esta ferramenta oferece pesquisas interativas e personalizáveis, bem como recursos de gamificação para envolver os respondentes.

Depois de coletar os dados, você pode consolidá-los usando software de análise de dados, como:

  1. Microsoft Excel: O Excel é uma ferramenta amplamente usada para análise de dados e consolidação. Ele oferece recursos avançados, como tabelas dinâmicas e gráficos.
  2. Google Sheets: Se você usar o Google Forms para coletar dados, o Google Sheets é uma opção natural para análise e consolidação.
  3. SPSS: SPSS é um software estatístico amplamente utilizado para análise de dados quantitativos, especialmente em ambientes acadêmicos.
  4. R: R é uma linguagem de programação de código aberto amplamente utilizada para análise estatística e visualização de dados.
  5. Python: Python é outra linguagem de programação popular que pode ser usada com bibliotecas como Pandas e Matplotlib para análise de dados.

A escolha do software depende das suas necessidades específicas, do tipo de pesquisa que você está conduzindo e do nível de complexidade dos dados que está coletando. Certifique-se de selecionar um software que atenda aos seus requisitos e orçamento.

PERGUNTA 4 – Quais os softwares disponíveis para a realização de Pesquisa qualitativa (Avaliação) – para fazer transcrição de áudios, análise de conteúdo e depois fazer o relatório?

Para realizar pesquisas qualitativas, que incluem tarefas como transcrição de áudios, análise de conteúdo e a criação de relatórios, você pode considerar o uso dos seguintes softwares:

  1. Transcrição de Áudio:
  1. Transcriber for WhatsApp: Esta ferramenta pode ajudar a transcrever áudios do WhatsApp, geralmente em língua portuguesa.
  2. Otter.ai: Otter.ai é uma ferramenta de transcrição automática que suporta várias línguas.
  1. Análise de Conteúdo:
  1. NVivo: O NVivo é uma ferramenta especializada em análise qualitativa. Ele permite importar, organizar e analisar dados textuais, áudio e vídeo.
  2. MaxQDA: MaxQDA é outra opção para análise qualitativa. Ele oferece recursos para organizar e codificar dados textuais e multimídia.
  3. ATLAS.ti: ATLAS.ti é um software que ajuda na análise qualitativa de dados, permitindo a organização e a categorização de informações.
  1. Relatórios:
  1. Microsoft Word: Para a criação de relatórios, o Microsoft Word é uma opção amplamente usada. Ele oferece recursos de formatação e edição de texto.
  2. LaTeX: Se você deseja criar relatórios altamente formatados e está familiarizado com LaTeX, essa é uma opção poderosa.
  3. QDA software (NVivo, MaxQDA, ATLAS.ti): Alguns softwares de análise qualitativa permitem a criação de relatórios diretamente dentro da plataforma, o que pode economizar tempo.

Além disso, é importante lembrar que a análise qualitativa é uma atividade que muitas vezes envolve uma combinação de ferramentas. Você pode usar um software para transcrição de áudio separadamente ou integrado a uma ferramenta de análise de conteúdo. É importante escolher ferramentas que atendam às necessidades específicas de sua pesquisa e à forma como deseja conduzir a análise qualitativa.

Lembre-se de que a escolha das ferramentas também pode depender da sua familiaridade com elas, do orçamento disponível e dos requisitos do projeto de pesquisa.

Enfim, boas dicas?

Sim, considero que o ChatGPT conseguiu dar boas dicas no sentido de orientar a “jornada da transformação digital” das organizações do terceiro setor no Brasil, tanto para aquelas que já estão em funcionamento como para as que estão nascendo. Desde que, é claro, esses recursos façam sentido para o atual “momento de vida” delas.

Em relação à 1ª pergunta, o ChatGPT foi objetivo e sucinto em descrever os benefícios da ONG que se cadastrar na plataforma do TechSoup Brasil. Aliás, a primeira vez que ouvi falar com grande entusiasmo sobre essaa plataforma e reforçar a necessidade da transição digital para as ONGs no Brasil foi no site de ohubdobem.  A esse respeito, recomendo muito o blog  do ohubdobem, que contém vídeos com dicas práticas sobre as vantagens e sobre como acessar a plataforma do TechSoup Brasil.

Quanto à 2ª pergunta, a resposta do ChatGPT conseguiu traduzir bem a vantagem para a ONG se ela se cadastrar na plataforma do Atados. Vimos que a organização passa a ter acesso gratuito à mão de obra especializada e comprometida, não só para as suas atividades-meio (como contador, desenvolvedor de site, especialista em informática, softwares, pesquisas, etc…) como também para as atividades-fim (educador, psicólogo, médico, et…).  Seria ótimo podermos difundir e impulsionar a plataforma do Atados no Brasil, pois junta a vontade de voluntariar de tantas pessoas com as necessidades de tantas ONGs. Às vezes esses dois lados podem até estar fisicamente próximos, mas não se conhecem.

Por último, em relação às 3ª e 4ª perguntas, também foram satisfatórias as respostas dadas pelo ChatGPT. Tomando por base a experiência que tive com o uso do SPSS e do Survey Monkey em pesquisas de avaliação, considero que o uso da maioria das mencionadas ferramentas (pelo ChatGPT) podem precisar de apoio especializado ou ao menos com certa familiaridade no seu uso.  Porém, a meu ver, as planilhas em EXCEL (ainda) representam uma ferramenta muito válida para as organizações começarem a se familiarizar e a desenvolver o seu sistema de tratamento de dados dos projetos sociais e da organização como um todo.

TAGS
POSTS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

MARIA CECÍLIA PRATES RODRIGUES
Rio de Janeiro - Brasil

Maria Cecília é economista e mestre em economia pela UFMG, e doutora em administração pela FGV /Ebape (RJ). A área social sempre foi o foco de suas pesquisas durante o período em que esteve como pesquisadora na FGV , e depois em seus trabalhos de monitoria, consultoria, pesquisa e voluntariado.